Reprodução

Se você for usuário do WhatsApp, muito provavelmente deve ter recebido uma mensagem prometendo empregos remunerados, seguido de um link para clicar. Cuidado, pois esse é um golpe que vem ocorrendo no aplicativo de mensagens. 

“Olá, você foi selecionado para um trabalho de meio período online, com salário diário de R$ 500 – R$ 1000. Entre em contato comigo pelo link…”, essa é uma mensagem bastante similar que os usuários do WhatsApp vem recebendo. 

Um caso bem comum é quando o golpista manda mensagem anunciando a seleção para uma vaga, mas pede um pagamento, supostamente para a realização de um exame admissional ou de um curso necessário ao trabalho.

Uma outra versão, agora um pouco mais complexa, pode envolver até esquema de pirâmide, manipulação de avaliações em plataformas digitais, fraude e roubo de dinheiro e de dados.

As mensagens normalmente contam com um número de telefone ou link para iniciar uma conversa, em que o usuário recebe um endereço para cadastro em uma plataforma. Após o cadastro, é solicitado ao usuário que faça uma transferência inicial via PIX. 

Após estar cadastrado, o usuário passa a receber tarefas diárias, como simular a compra de um produto e classificá-lo para receber o dinheiro aportado e mais um valor de volta. 

Golpistas usam estratégias de jogos

Analista ênior de segurança da Kaspersky no Brasil, Fabio Assolini afirma que o esquema usa estratégias de jogos para motivar o envolvimento e participação do usuário. A medida em que as tarefas são executadas, são solicitados aportes maiores e tarefas ainda mais difíceis, para que os golpistas ganhem tempo. 

O golpe final ocorre quando o número de cadastrados aumenta significativamente, então as plataformas são encerradas e as pessoas que se cadastraram perdem todo o dinheiro que foram aportando ao longo das missões. 

Além do dinheiro não devolvido, que fica com os criminosos quando encerram a plataforma, há ganhos com a manipulação de avaliações de produtos, tarefas realizadas pelos usuários como condição para o pagamento. 

O analista recomenda que o usuário do WhatsApp deve sempre ficar ligado e suspeitar de ofertas generosas, ainda mais enviadas por desconhecidos. Caso a oferta venha em nome de uma empresa conhecida, a dica é entrar em contato com os canais oficiais da mesma.

Fonte: BP Money

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.