Recusa de parentes à doação de órgãos aumenta na Bahia durante a pandemia

A recusa de parentes à doação de órgãos de entes falecidos aumentou de 58% para 68% na Bahia, após o início da pandemia, segundo informações da Central de Notificação, Capacitação e Distribuição de Órgãos da Bahia (CNCDO). Essa queda na adesão das famílias está refletida nas 68 captações por morte encefálica registradas até agosto deste […]