Unsplash/Reprodução

A Secretaria de Saúde de São Paulo confirmou, na noite da última terça-feira, 14, o terceiro caso de varíola dos macacos no estado e quinto no Brasil. O terceiro paciente paulista infectado é um homem de 31 anos, que reside na capital do estado. Ele está internado no Instituto de Infectologia Emílio Ribas e possui histórico de viagem para a Europa.

De acordo com a secretaria, a Vigilância Epidemiológica do município monitora o caso e pessoas que tiveram contato com o paciente. O quadro de saúde do homem contaminado é estável, segundo a pasta. Na manhã desta quarta-feira,15, o primeiro caso da doença no Rio de Janeiro também foi confirmado pela Secretaria Municipal de Saúde (SMS-RJ).

A Organização Mundial da Saúde (OMS), vai convocar o Comitê de Emergência sob o Regulamento Sanitário Internacional para avaliar se será decretada emergência de saúde pública de interesse internacional por conta da doença.

Em comunicado, diretor-geral da OMS, Tedros Adhanom, afirmou que quase 1.500 casos suspeitos da doença estão em investigação em todo o mundo e 72 mortes foram registradas em países da África. Nos países não endêmicos, nenhum óbito foi confirmado, e pontuou que a Organização acompanha o óbito sob investigação no Brasil.

O Ministério da Saúde, após recomendação da OMS para vacinar grupos prioritários, articula as tratativas para aquisição do imunizante contra a doença. A Organização coordena o acesso a vacina, de forma global, para os países com casos confirmados da enfermidade. 

Fonte: A Tarde

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.