Em 2019, a Bahia foi considerado o quinto estado que mais registrou internações por falta de saneamento básico no Brasil, segundo estudos do Instituto Trata Brasil sobre saneamento e doenças de veiculação, divulgado nesta terça-feira (5).

A falta de saneamento básico sobrecarregou o sistema de saúde (SUS) com 273.403 internações por doenças de veiculação hídrica em 2019, tendo um aumento de 30 mil hospitalizações comparado com o ano anterior, além de 2.734 mortes. 

Sobre a relação entre saneamento e doenças em 2020, o Trata Brasil informou que dados preliminares mostram que o país teve 174 mil internações por doenças de veiculação hídrica, o que representaria uma redução de 35% em relação a 2019. No entanto, a entidade explicou que os dados precisam ser analisados pelas instituições médicas, já que a queda pode estar relacionada ao afastamento das pessoas dos hospitais por medo de contaminação por covid-19.

Fonte: Bahia Notícias

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *