Câmara de Vereadores de Cruz das Almas/Reprodução

Os vereadores de Cruz das Almas aprovaram a realização de audiência pública com os barraqueiros que trabalharão no São João 2022 do município. A matéria foi proposta por Ricardo Pinheiro (PP) e tem o intuito de ouvir os trabalhadores sobre os preços cobrados pela Prefeitura. Durante os debates houve divergências, porém o texto foi aprovado. A votação ocorreu na noite desta segunda-feira, 23, em Sessão Ordinária na Câmara de Vereadores de Cruz das Almas.

De acordo com o parlamentar Ricardo Pinheiro, autor do requerimento para a criação de audiência pública, os valores cobrados se tornaram abusivos principalmente porque os festejos juninos estão há dois anos sem serem realizados. O edil afirmou que os valores quase triplicaram, passando de R$ 600 para R$ 1.500 em barracas com dimensões de 16m².

“Como é que a gente diz que ama o povo de Cruz das Almas, que ama a cidade, que ama a população e depois pega uma classe que está há dois anos parada e quase triplica o valor. Que amor é esse?”

Ainda durante o discurso em defesa da audiência pública, Ricardo Pinheiro disse ter recebido mensagens de barraqueiros insatisfeitos com os preços, mas que já estão credenciados, avisando que não compareceram à sessão com medo de retaliações políticas.

Oposição

Em oposição ao discurso de Ricardo Pinheiro, Nego da Farmácia (União Brasil) argumentou que os preços inflacionaram por conta da expectativa de sucesso das festividades juninas em Cruz das Almas.

“Tem gente de outras cidades correndo atrás de barracas pelo sucesso que está esse São João de Cruz das Almas. Gente de Sapeaçu, de Feira de Santana e de Castro Alves querendo as barracas. Quem desistir da barraca, tem muita gente querendo de outras cidades. Mas a nossa prioridade é o povo de Cruz das Almas”.

Apesar do debate, a matéria foi aprovada por todos os vereadores presentes.

Fonte: Bahia Recôncavo

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.