Uma escalada de sequestros em Salvador nas últimas semanas, com muitos casos de suspeitos invadindo domicílios para escapar da polícia, tem deixado o prefeito Bruno Reis (DEM) preocupado.

Em coletiva de imprensa na manhã desta quarta-feira, 29, o democrata afirmou que a Prefeitura tem feito sua parte para melhorar a segurança pública da cidade, mas pontuou que a questão não depende unicamente da esfera municipal.

“O que ocorre em nossa cidade nos preocupa, e muito, não apenas os casos de sequestro, mas com o que estamos evidenciando em alguns bairros, onde há dias que o transporte público não pode ter acesso. A Prefeitura tem feito a sua parte nas mais diversas áreas, como iluminação, educação, emprego e renda e se coloca à disposição para qualquer outra contribuição que possamos dar”, afirmou.

Na terça-feira, 27, homens armados invadiram uma casa no bairro de Engomadeira para fugir da polícia e manteve uma mulher e duas crianças como réfens. De acordo com os bandidos, que transmitiram a ação via live, a única intenção do feito era negociar a rendição com a polícia para que pudessem sair vivos do local.

Após negociações, seis criminosos se entregaram para o Batalhão de Operações Policiais Especiais, Bope. Outro caso foi registrado no dia 25 no bairro da Cidade Nova. Na ocasião, 5 criminosos fizeram 7 reféns em dois imóveis. 

Fonte: A Tarde / Bahia Recôncavo

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *