Estudantes isentos em 2020 que não compareceram no ENEM podem se inscrever no exame de 2021 com isenção até o próximo domingo (26). Para esse grupo a aplicação do exame acontece apenas em 2022.

O período para solicitar isenção no Exame Nacional do Ensino Médio de 2021 foi reaberto. Mas já está quase terminando, apenas até o próximo domingo, 26, o sistema receberá os pedidos.

A reabertura aconteceu após a edição desse ano do exame registrar o menor número de inscritos e o STF julgar favoravelmente o pedido feito por alguns partidos e entidades estudantis.

“Nesse quadro, não se justifica exigir que os candidatos de baixa renda que optaram por não comparecer à prova por temor ou insegurança quanto ao nível de exposição da própria saúde ou de outrem, ou por qualquer outro motivo relacionado ao contexto de anormalidade em que aplicadas as provas do Enem, comprovem o motivo da sua ausência, por se tratar de circunstâncias que não comportam qualquer tipo de comprovação documental”, afirmou o Ministro Dias Toffoli ao final da votação.

Quem pode solicitar a isenção no ENEM 2021?

O período de solicitação foi reaberto, mas ele não é válido para todos os estudantes.

Apenas quem teve isenção em 2020 e não compareceu no dia da prova por conta da pandemia poderá fazer a solicitação.

Isso porque, para esse grupo a isenção foi negada, pois, para solicitar o não pagamento da taxa os estudantes tinham que justificar por meio de documentação a ausência no exame de 2020, o que não conseguiu ser feito por muitos estudantes.

Agora, a regra de entrega de documentos de justificativa foi retirada e os estudantes poderão se inscrever no exame.

Para esses “novos inscritos” a aplicação do ENEM 2021 acontece nos dias 9 e 16 de janeiro, juntamente com os participantes do ENEM PPL.

Por outro lado, os estudantes que já estavam inscritos continuarão com o mesmo calendário divulgado meses atrás, ou seja, as provas acontecerão nos dias 21 e 28 de novembro.

Além disso, quem está solicitando a isenção agora só poderá participar do Enem impresso.

Fonte: FDR / Repost: Bahia Recôncavo

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *