Reprodução

O sanfoneiro Flávio José contou neste sábado (2) que já admite a possibilidade do afastamento dos palcos, em meio a uma desvalorização do forró e da cultura nordestina. O artista está na grade do último dia de shows no Parque de Exposições, em Salvador.

“Olha eu venho de uma geração em que a gente via o São João muito tradicional, música autêntica, as escolas, e as crianças com festinhas juninas, mostrando os tipos de música que se faz nessa época. Hoje eu não vejo mais.”

José comenta que as festas juninas têm dado espaço a estilos musicais como funk, e limitado o tempo de artistas tradicionais como ele: “É uma inversão de valores muito grande”.

Sobre a pandemia, o cantor conta que não saiu de casa. “Foram dois anos e meio trancado, literalmente. Eu não saía para canto nenhum, eu ficava trancado e com medo”.

Ele ainda lançou que aos poucos está se ajeitando para o retorno dos eventos, e que crê que logo “tudo isso irá passar”.

Fonte: Bahia Notícias

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.