Polícia da Rússia está no limite com a chegada da Copa, diz sindicato

As equipes de polícia da Rússia estão tão ocupadas em diversas cidades para aumentar a segurança nas sedes da Copa do Mundo que um líder sindical afirmou que os criminosos poderiam se beneficiar.

Diversos policiais em cidades por toda a Rússia disseram que suas equipes estão trabalhando por longas jornadas, as patrulhas foram reduzidas e os tempos de resposta a incidentes aumentou.

“A situação é muito perigosa… Isso poderia levar a graves consequências”, disse Vladimir Vorontsov, que representa o sindicato interregional de policiais russos, que tem 17 mil membros.

“Você pode ter uma situação em que simplesmente não há policiais suficientes para fazer o trabalho. E os únicos a se beneficiarem disso são os criminosos”, acrescentou.

A Rússia destacou milhares de policiais para as 11 cidades-sede do Mundial para lidar com o influxo de potenciais torcedores arruaceiros e outras ameaças de segurança, como o risco de ataques terroristas por militantes islâmicos. O torneio começa no dia 14 de junho.

Há cerca de 900 mil policiais na Rússia. A Reuters não conseguiu confirmar quantos estão envolvidos na segurança da Copa do Mundo.

 

*

Acompanhe nossas transmissões ao vivo e conteúdos exclusivos na Programação Santa Cruz FM 87.9 baixe nosso aplicativo aqui!, Siga-nos nas redes sociais: Facebook, Twitter, Instagram!

Deixe uma resposta