No Rio, ex-militares ensinam a criminosos táticas do Exército

As Forças Armadas estão no Rio de Janeiro, na intervenção federal imposta pelo Governo Temer, mas precisam enfrentar muitas vezes criminosos com noções de táticas usadas pelo Exército e Marinha.

De acordo com reportagem do jornal Estado de São Paulo, ex-paraquedistas e ex-fuzileiros navais recebem de R$ 3 mil a R$ 5 mil por hora de aula a criminosos no Rio. Em uma semana, os valores chegam a R$ 50 mil.

Esses instrutores treinam os integrantes de facções criminosas, os ensinando no uso de fuzis, pistolas e granadas, para atuar em áreas urbanas irregulares, como favelas, além da definição de rotas de fuga.

Já foram rastreados entre 10 e 12 ex-combatentes, na faixa dos 28 anos, que estariam prestando serviços aos traficantes.

*

Acompanhe nossas transmissões ao vivo e conteúdos exclusivos na Programação Santa Cruz FM 87.9 baixe nosso aplicativo aqui!, Siga-nos nas redes sociais: Facebook, Twitter, Instagram!

Deixe uma resposta