Em jogo morno, Brasil vence Japão com ajuda da arbitragem de vídeo

Sem esforço, a seleção brasileira venceu o Japão nesta sexta-feira, 10, em Lille, na França, por 3 a 1, no penúltimo jogo da equipe em 2017. Em um amistoso marcado pelo fracasso de público – 16.922 espectadores – e pela intervenção da arbitragem de vídeo, o time de Neymar e Gabriel Jesus teve muito pouco trabalho para marcar na fraca equipe japonesa treinada por Vahid Halilhodzic. De proveitoso, o técnico Tite pôde constatar o desempenho consistente do lateral-direito Danilo e do meia Giuliano, que mostraram entrosamento pela direita com o capitão Willian.

De resto, o confronto teve muito pouco interesse para uma equipe de primeiro nível às vésperas da Copa do Mundo, e também para o público, que ficou longe de lotar os 50 mil lugares do Estádio Pierre-Mauroy.

FICHA TÉCNICA – JAPÃO 1 X 3 BRASIL

JAPÃO – Kawashima; Hiroki Sakai, Yoshida, Makino e Nagatomo; Ideguchi (Endo), Hasebe (Morioka) e Yamaguchi; Osako (Sugimoto), Kubo (Asano) e Haraguchi (Inui). Técnico: Vahid Halilhodzic.

BRASIL – Alisson (Cássio); Danilo, Thiago Silva, Jemerson e Marcelo (Alex Sandro); Fernandinho, Casemiro e Giuliano (Renato Augusto); Willian (Taison), Neymar (Douglas Costa) e Gabriel Jesus (Diego Souza). Técnico: Tite.

GOLS – Neymar, aos 8, Marcelo, aos 17, e Gabriel Jesus, aos 35 minutos do primeiro tempo; Makino, aos 17 do segundo tempo.

CARTÕES AMARELOS – Yoshida, Haraguchi, Neymar, Ideguchi e Hiroki Sakai.

PÚBLICO E RENDA – Não disponíveis.

ÁRBITRO – Benoit Bastien (França).

LOCAL – Estádio Pierre Mauroy, em Lille, na França.

*

Acompanhe nossas transmissões ao vivo e conteúdos exclusivos na Programação Santa Cruz FM 87.9 baixe nosso aplicativo aqui!, Siga-nos nas redes sociais: Facebook, Twitter, Instagram!

Deixe uma resposta