Porto Seguro: Policiais civis ameaçam greve durante Carnaval de Salvador

Nesta quinta-feira (10), os policiais civis do sul do estado estão reunidos em Porto Seguro para discutir a atual situação dos valores pagos pelo Estado em relação as diárias e horas extras no período carnavalesco.

Segundo presidente do Sindpoc, Marcos Maurício os agentes não estão satisfeitos e ameaçam não trabalhar no Carnaval de 2018. Atualmente é paga a diária no valor de R$ 149 para despesas de transporte, alimentação e hospedagem. Eles pedem um aumento para R$ 207.

Além disso, reivindicam o decreto de promoção, os reajustes lineares dos anos de 2016 e 2017 e o Projeto de Reestruturação das Carreiras encaminhado pelas entidades da Polícia Civil à SAEB.

Ele ainda acrescenta que os servidores vão manter o trabalho normal e que isso não e indicativo de greve nem de paralisação, o questionamento é em relação a escala de carnaval. Para Marcos, o “Requerimento de Desistência” é uma forma de reivindicar melhorias para os agentes.

Ainda de acordo com o Sindpoc serão realizadas diversas reuniões em todo interior da Bahia e também na capital e Região Metropolitana. Já na sexta-feira (11) eles vão estar na cidade de Eunápolis.

Deixe uma resposta